quarta-feira, 5 de julho de 2017

Meus Gêmeos...

João Victor & Anna Carolina

Parece que só casei pela segunda vez para viver um pesadelo.
No início era sonho, pois tive um marido adorável.
Despertava inveja em parentes, amigas, colegas, vizinhas, desconhecidas.
Me cercava de mimos e atenção.

Hoje ele não significa, absolutamente, nada para mim.
Um estranho com quem eu dividi o leito.
Às vezes sinto um arrepio gelado quando penso que dormi com o meu inimigo.
No final do casamento eu engravidei de gêmeos: um casal.

Penso que DEUS me fez sofrer um aborto espontâneo por sua misericórdia.
Não, aquele homem que seria pai dos meus filhos não era o meu marido.
Durante o passar dos anos ele foi se transformando em um monstro.
Meu esposo já não existia mais, no lugar um ser pervertido, perverso se manifestou.

Hoje consigo entender do que um psicopata e/ou sociopata é capaz de fazer.
Nada os afeta, não sentem amor nem ódio.
Uma pessoa frágil em suas mãos teria sucumbido.
A morte me visitou, mas como sempre brinco: sou feita de titânio.

Só chorei no dia que sofri a perda das crianças.
De lá para cá só faço agradecer por DEUS ter sido maravilhoso e ter me poupado.
Reagi, mas não foi nada fácil.
Muita medicação, terapia, oração.
Fiquei destruída por fora, por dentro.
Nada foi o que me tornei, uma morta viva, um zumbi, um espectro que causava pena às pessoas.

Só que como uma fênix, renasci das cinzas.
E uma fênix, voei para longe de tudo.
Do tempo em que fomos felizes nem lembro.
É que a perversidade manifestada pelo meu cônjuge, na época, aniquilou tudo.

Sinto que perdi um tempo precioso da minha vida com alguém desprezível.
Muito lamento por esse erro, mas também muito aprendi com ele.
Fica a lição para toda vida.
Nada acontece por acaso, tudo tem um motivo.

Ontem um casamento perfeito.
Hoje uma grande decepção.
Amanhã uma experiência.
Eternamente um aprendizado.

Anna Mattos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário