segunda-feira, 26 de junho de 2017

O silêncio que ficou...


Os dias passam devagar...
No lugar dos sonhos ficaram os pesadelos...
Os risos transformaram-se em choro... em pranto...
Na vida apenas perguntas sem respostas.

As horas passam devagar...
No lugar das brincadeiras ficaram as desilusões...
As aventuras transformaram-se em desventuras... em desalentos...
No mundo apenas paisagens sem cores.

O que fazer com todo esse amor?!
Para onde irei sozinha sem a tua companhia?!
A existência sem você perdeu todo o sentido.

A quem recorrer com toda essa dor?!
Para que você me presenteou com esse vazio?!
O silêncio que ficou é tudo que tenho.

Anna Mattos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário