domingo, 6 de setembro de 2015

Como a primeira vez.




Na Terra tudo muda constantemente, indelevelmente
Nada será como fora outrora novamente
Mas quando existe amor, há exceção à regra
Momentos voltam a ser como a primeira vez.

Os amantes se abraçam, se beijam, se amam
A memória tudo grava, tudo criptografa
É assim que surge uma história de amor
Com começo, meio e, talvez, fim.

Buscar respostas para preguntas acerca do amor
Raramente encontram um lugar comum
São raridades, muito escondidas geograficamente, como as pedras preciosas.

Dentro do romantismo sempre haverá lugar para o lúdico
A magia é intrínseca às relações amorosas
É aí que todo final possui a possibilidade de se tornar um novo recomeço.

Anna Mattos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário