quarta-feira, 4 de abril de 2012

Vergonha de ser CRISTÃ

É isso mesmo que você acaba de ler.
Hoje, sinto vergonha de me apresentar como cristã.
Por quê?
Simples, porque os que se intitulam cristãos hoje me envergonham com os seus discursos, com as suas condutas, com as suas práticas e com os seus testemunhos “cristãos”.
Eles estão longe de serem seguidores de Jesus Cristo.
O que temos hoje incluso nessas categorias: falsos profetas, falsos mestres, falsos pastores, desqualificados, desclassificados, pedantes, gananciosos, imorais, antiéticos, indecentes, hipócritas, dissimulados, mentirosos, pessoas dadas à luxúria, à prostituição e à promiscuidade de modo geral, pedófilos, ladrões, assassinos etc.
Eles e elas estão em toda a parte: nas igrejas, na política, na mídia, nas manchetes, na música, nos livros etc.
Envergonhando a quem dizem seguir e aos verdadeiros seguidores de Jesus Cristo.
Quando penso no único mandamento que Jesus Cristo nos deixou: “Amar a DEUS sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.”, fico a refletir: quem dessas figuras públicas ou anônimas segue esse mandamento?
Já que é pela árvore que conhecemos os frutos, eu me desespero, porque sinto que a colheita já se aproxima e os frutos estão quase todos pecos, podres.
É difícil identificar-me como cristã, pois logo após tenho que dar explicações que não faço parte dos seguidores de fulano, sicrano e beltrano.
Também que não coaduno com os discursos e as práticas de tais ícones famosos.
Constrangedor e cansativo. Patético!
Antigamente falava-se de joio no meio do trigo, hoje fala-se de trigo no meio do joio.
Eu sei que é necessário que tudo isso aconteça para que as profecias sejam todas cumpridas, e que os escândalos têm que vir, mas também sei que ai daqueles pelos quais esses escândalos vêm.

Só me resta dizer: MARANATA!

Que DEUS nos abençoe nesses dias feios e sombrios!!!

Um comentário: