sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Meu poema preferido do CDA

"Amar o perdido deixa confundido este coração. Nada pode o olvido contra o sem sentido apelo do Não. As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à palma da mão. Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão." Carlos Drummond de Andrade

2 comentários:

  1. Jura??? Esse é tb o meu predileto. Tb é o único que sei todo de cor. Já andei adulterando ele uma vez para enquadrar-se num determinado momento da minha vida, mas qd a pessoa perguntou se era meu, respondi, na lata, que era do Carlos, com as minhas adaptações. Verdade sempre. Rsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resta saber se o CDA iria gostar das suas adaptações. Rsrsrs...

      Excluir