segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Mesmo sangrando, continuarei lutando, como guerreira que aprendeu a controlar as dores dos ferimentos nas batalhas. Só paro, se perder a vida.

"Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;

Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação.

O SENHOR Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas."

Habacuque 3:17-19 by Anna Mattos

Nenhum comentário:

Postar um comentário